Apresentações Eficazes

Como Se Comunicar Com Diplomacia e Tato

Por

Abril 30, 2014
0
Comentários

 

Criar um ambiente de trabalho em equipe constrói alinhamento e comprometimento, aumenta a produtividade, levando à contração dos índices de turnover. Abaixo seguem algumas dicas para lhe ajudar a lidar com questões relacionadas à equipe e aumentar o nível de comprometimento do SEU ambiente de trabalho.
 
 
Como se Comunicar com Diplomacia e Tato
Todos nós ficamos admirados com um gerente ou pessoa da equipe que sempre parece saber o que dizer e como dizer em qualquer situação. Essas pessoas sabem como comunicar com diplomacia, tato e confiança. A maneira que nós comunicamos pode extrair emoções positivas ou negativas. Se comunicarmos agressivamente, sem respeito ou sensibilidade, emoções de defesa ou raiva podem impedir os outros de ouvirem a mensagem que estamos tentando transmitir. Comunicar com diplomacia e tato é uma abordagem que combina força e sensibilidade e mantém longe as emoções negativas.
 
As Seis Regras de Discordar Agradavelmente:
 
Regra nº 1: Dê aos outros o benefício da dúvida. Talvez a pessoa que fez essa generalização revoltante não é realmente insensível. Talvez essa pessoa tenha tido uma experiência dolorosa que a fez reagir assim.
 
Regra nº 2: Após dar a alguém o benefício da dúvida, ouça para aprender e entender verdadeiramente porque essa pessoa tem essa crença. Devemos deixá-la perceber que a ouvimos e que estamos autenticamente tentando ver sob a perspectiva dela.
 
Regra nº 3: Sempre assuma responsabilidade pelos nossos próprios sentimentos, quando discordamos com alguém. Faça um compromisso de responder usando somente afirmações com "Eu". Quando começamos com "você" saímos culpando e confrontando e imediatamente colocamos a outra pessoa na defensiva. Isso reduz a chance do nosso ponto de vista ser ouvido.
 
Regra nº 4: Use um amortecedor. Conecte ou "amorteça" uma opinião diferente, começando com "Ouvi o que você estava dizendo" Ou "Aprecio a sua opinião sobre". Novamente, comece com a palavra "Eu" e não "Você disse..." ou irá soar confronto.
 
Regra nº 5: Elimine as palavras "mas" ou "entretanto" do nosso vocabulário. Uma vez que amortecemos a opinião da outra pessoa, use "e," ou pause e não diga nada, seguindo o amortecedor. Reconhecendo o ponto de vista da outra pessoa e seguindo com "mas" ou "entretanto" apaga o reconhecimento.
 
Regra nº 6: Exponha nosso ponto de vista ou opinião com evidência relevante e fatual.
Mantenha nossas emoções fora da equação, usando a seguinte fórmula:
 
1-Tenha um tempo para pensar:
O que eu penso?
Por que penso isso?
Que evidência tenho?
 
2-Depois fale:
"Um exemplo é "
"Isso demonstra que"
"Portanto, penso que "
 

Rua Alvarenga Peixoto, 1408, sala 901 - Sto Agostinho
Belo Horizonte, MG - 30180-121
P. + 55 31 2510-9099
 

Siga-nos online
 

 
© 2018 Dale Carnegie & Associates, Inc..
Todos os Direitos Reservados
 
.
projeto de site e desenvolvimento por Americaneagle.com