Desenvolvimento de Liderança, Melhoria de Processos, Engajamento de equipe

Estabelecendo Equipes Eficazes

Por

Maio 15, 2014
0
Comentários

As equipes eficazes são construídas sobre o estabelecimento de uma visão comum, criando peças para a construção de uma comunicação aberta e colaboração mútua, identificando e planejando os bloqueios do planejamento, e estabelecendo responsabilidades.

É raro o sucesso de um grande negócio ser resultado do trabalho de uma única pessoa. Os problemas que organizações enfrentam, geralmente são complexos demais para serem resolvidos por qualquer pessoa. O que mais importa é que a equipe deve fazer o que for preciso para que o problema seja resolvido e o objetivo alcançado, independentemente se você faz parte de uma equipe de projeto, vertical ou transversal-funcional.

Você pode criar uma nova equipe ou estabelecer uma que seja mais eficaz, através de uma outra que não esteja trazendo os resultados esperados. Independentemente, o resultado final é responsabilidade de todo o grupo. Abaixo, segue os estágios necessários para se formar uma equipe de alta performance:

Estágio 1: Formação
O primeiro objetivo para a equipe durante o estágio de formação é criar uma equipe com estrutura clara, objetivos, direção e funções para que os integrantes comecem a construir confiança. Durante o estágio de formação, muita da energia é focada para definir a equipe e a responsabilidade dela. Os integrantes da equipe tendem a ser otimistas e interessados neste estágio.

É frequentemente dito que uma hora de planejamento irá economizar três horas de execução. O mesmo princípio aplica-se para o ciclo da equipe. Isto é, quanto mais profundos e organizados somos no estágio da formação no desenvolvimento da equipe, é mais provável que a equipe irá fazer a transição com sucesso para os estágios de estabilização, atualização, e maturação antes do término.

Estágio 2: Estabilização
Neste estágio, os integrantes aprendem sobre os outros e as tarefas para quais foram designados. Instalam-se de alguma forma nas funções deles na equipe. Padrões de interação e comunicação começam a aparecer enquanto os integrantes experimentam o processo de trabalhar juntos. Este estágio é crítico para resultados de sucesso da equipe. Algumas equipes nunca experimentam a estabilização.

Estágio 3: Integração
Os integrantes sentem uma aceitação crescente dos outros na equipe, reconhecem que a variedade de opiniões e experiências torna a equipe mais forte e seu produto mais rico. Eles passam a sentirem-se parte da equipe e sentem-se satisfeitos com a coesão crescente do grupo. Este é o estágio para a equipe focar nos objetivos, quebrar os objetivos maiores em menores, realizáveis. A equipe pode precisar desenvolver tanto habilidades relacionadas a tarefas e processos de grupo quanto técnicas de gestão de conflito para uma transição tranquila para a próxima fase.

Estágio 4: Atualização
Durante o estágio de atualização do desenvolvimento da equipe, os integrantes experimentam um senso de conforto crescente para expressar as suas ideias e sentimentos. Desenvolvem a aceitação dos outros na equipe. Durante o estágio de atualização, os integrantes começam a fazer um esforço consciente para acertar as diferenças e alcançar a harmonia do grupo. Comunicação é enfatizada e torna-se mais eficaz. Os integrantes se sentem mais abertos para compartilhar ideias ou pedir ajuda aos colegas.

Estágio 5: Maturação
No estágio da maturação do desenvolvimento da equipe, os integrantes sentem-se satisfeitos com o progresso da equipe. Compartilham ideias e estão conscientes de suas próprias forças e fraquezas. Sentem-se confortáveis ​com padrões e processos da equipe e se sentem confiantes com as habilidades individuais e as dos colegas. Aceitam melhor uns aos outros e valorizam as diferenças. O comprometimento e competência deles são altos. Continuam a aprofundar os conhecimentos e habilidades deles, inclusive trabalhando para melhorar continuamente o desenvolvimento da equipe.

Estágio 6: Término (Fim da Equipe)
Algumas equipes, como as equipes de projeto ou equipes transversais e funcionais, chegam ao término quando o trabalho deles está completo ou quando a organização precisa mudar. É importante para qualquer equipe prestar atenção para o fim ou o processo de término. É altamente provável que os indivíduos em qualquer momento estarão experimentando diferentes emoções sobre o término das equipes.

Durante o estágio de fim/término, alguns integrantes podem se tornar menos focados nas tarefas da equipe e a produtividade deles pode cair. Outros podem pensar que o foco na tarefa que têm em mãos é uma resposta eficaz para a mudança do envolvimento da equipe. A produtividade nas tarefas deles pode realmente aumentar.

 

Rua Alvarenga Peixoto, 1408, sala 901 - Sto Agostinho
Belo Horizonte, MG - 30180-121
P. + 55 31 2510-9099
 

Siga-nos online
 

 
© 2018 Dale Carnegie & Associates, Inc..
Todos os Direitos Reservados
 
.
projeto de site e desenvolvimento por Americaneagle.com